sábado, 16 de dezembro de 2017

SINTTRAR
Uma História de Lutas e Conquistas

Em 1957 é fundada a Associação dos Profissionais Condutores de Veículos. No mesmo ano, em 21 de Março, é concedida a carta sindical e a Associação passa a ser o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Rondônia. Com sede na Rua Rafael Vaz e Silva, nº 3817, Bairro Liberdade, cidade de Porto Velho, CEP 76.803-847, no Estado de Rondônia, a Associação é a primeira entidade de organização dos trabalhadores em transportes que se tem notícia em nossa região.

 Em 2008

Algumas décadas depois, em 2008, após a intervenção da Justiça e do MPT no processo eleitoral do SINTTRAR foi o resultado de inúmeras denúncias dos filiados apontando irregularidades diversas. Muitos deles eram impedidos de se associar e de participar das eleições, através de varias praticas antidemocráticas da diretoria anterior, que estava há 18 anos no poder.

Por decisão da Justiça o processo eleitoral anterior foi anulado e uma nova comissão eleitoral isenta foi nomeada para conduzir as eleições. Em Assembléia realizada no dia 29 de março a categoria afastou a diretoria, elegeu uma junta governativa. Houve, ainda, um inquérito policial, que já resultara em mandado de busca e apreensão de documentos em residência de ex-diretores da entidade.

Foi eleita a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Estado de Rondônia (SINTTRAR RO), gestão 2008/2012. A eleição teve uma única chapa inscrita, a “Chapa Renovação”, presidida por Antônio Carlos da Silva, o Da Silva. A eleição com votação na Capital e interior foi coordenada por uma Comissão Eleitoral nomeada pela Justiça do Trabalho, em ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Do quórum de 422 votantes, a Chapa Única teve 417 votos e 5 eleitores votaram em branco. Ao todo 750 filiados estavam aptos a votar, e o comparecimento de 56%.

As prioridades da nova diretoria foram: democratização dos Estatutos, dentro dos princípios defendidos pela Central Única dos Trabalhadores (CUT); Negociação para renovação dos acordos coletivos, buscando ampliar direitos; reestruturação administrativa; regularização da situação dos filiados que já contribuem, mas não tinham seus direitos reconhecidos; realização de campanha de filiação; auditoria para analisar a situação contábil e patrimonial da entidade; fiscalização das condições de trabalho dentro das empresas, acionando caso necessário, o MPT e a DRT. O SINTTRAR é uma casa aberta para acolher e defender todos os trabalhadores e trabalhadoras”.

Ainda na época a Comissão Eleitoral, sob presidência de Israel Borges, presidente do SINJUR, proclamou o resultado oficial, dando posse imediata à nova diretoria. Estiveram presentes o Presidente da CUT, Itamar Ferreira e da FETRONORTE, Manoel Farias. Para o presidente da CUT, “A posse da nova diretoria representa uma vitória para a democracia sindical, conquistada pelo trabalho árduo de vários filiados e pela atuação firme do MPT e da Justiça”.

Vitoriosos, começam a colocar em prática o sindicalismo combativo, sem rabo preso com patrões e governos. O que muda completamente o rumo da história dos trabalhadores em transportes de Rondônia.

Com garra e vontade, os novos dirigentes superaram as dificuldades impostas pela precária estrutura do Sindicato, que tinha apenas uma pequena sede e muita dívida, e iniciam uma série de lutas para recuperar os salários e a autoestima da categoria, o respeito e o reconhecimento da sociedade.

Em 2009

O transporte rodoviário de passageiros comemorou aumento histórico. No cômputo geral, a categoria obteve das empresas, um índice melhor sobre a atual massa salarial na ordem de 20% (vinte por cento), além da readequação do banco de hora – que passou de seis para três meses, banco esse que foi herança maldita da gestão anterior.

Em 2010

Uma ampla reforma foi concluída na sede. Todo o prédio recebeu pintura nova, móveis modernos, ampliação na área de informática, todo o acabamento com muito requinte e bom gosto.

Foram ampliadas três salas onde existem os consultórios para atendimento médico; clínico geral, pediatra e ginecologista, além de um gabinete odontológico que atende filiados e dependentes.

A inauguração foi dia 26/02, às 19h na sede do sindicato. Houve a presença de várias autoridades, imprensa, trabalhadores e sindicalistas. “Faço questão da presença de todos, essa é a casa do trabalhador e todo esse investimento é fruto de um trabalho conjunto com a diretoria do sindicato e filiados” reiterou DA SILVA, presidente.

 Em 2011

Pela primeira vez na história da empresa, funcionários da União Cascavel de Transporte e Turismo (Eucatur) entraram em greve. A Eucatur é a maior empresa de transporte de passageiros intermunicipal e interestadual de Rondônia e pertence à família do senador Acir Gurgacz, líder do PDT no Senado, e de Airton Gurgacz (PDT), vice-governador de Rondônia.

Em 20 anos, a Eucatur nunca tinha negociado salário com os trabalhadores. Um forte aparato policial foi montado para tentar intimidar os trabalhadores e, ao mesmo tempo, impedir o trabalho da imprensa. Policiais militares pediram a identificação dos jornalistas e tentaram expulsá-los do pátio da rodoviária, tudo para evitar que a imprensa registrasse a paralisação dos empregados da empresa do vice-governador e do senador.

Uma liminar da Justiça do Trabalho garantiu à Eucatur a permanência, em circulação, de pelo menos 60% da frota.

Também inaugurou uma clínica de fisioterapia para os sindicalizados, pois na sua gestão a prioridade é a educação e saúde dos trabalhadores do transporte.

“A diretoria está realizando mais um sonho. Vamos fazer valer os direitos e os deveres de um sindicato honesto e que trabalha para melhorar a vida dos seus sindicalizados”, disse o Presidente do SINTTRAR, Da Silva.

Em 2012

O Sindicato cresceu e, hoje, oferece aos trabalhadores atendimento digno na sede ampliada. E tem estrutura adequada para desenvolver as lutas da categoria.

Com a bandeira da CUT, o SINTTRAR está mais forte e os dirigentes desta entidade podem se orgulhar de terem contribuído para o crescimento da entidade, e ter a certeza de que valeu a garoa fina, o sereno frio e o sol ardente, as noites sem dormir, os perigos corridos e as discussões acaloradas.

Se hoje o Sindicato é respeitado em todo o Brasil e é referência por ter os melhores salários e os maiores benefícios, é devido a esses companheiros que lutaram com coragem e ousadia.

Após muita luta e negociações, foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, no dia 30 de Abril de 2012, a Lei nº 12.619/2012 que regulamenta a profissão de motorista.

Acesse http://www.cnttt.org.br/wp-content/uploads/2012/07/CARTILHA_CNTTT_COM-RESOLUÇÃO41.pdf e veja os direitos e deveres.

No final do ano foi feito uma reforma e ampliação para melhor atender o filiado, para tanto, o SINTTRAR construiu o espaço físico para uma (1) sala de oftalmologia e um (1) laboratório e também oferecerá maior atendimento com a contratação de novos profissionais da saúde.

Em 2013

Nova reforma e construção de alojamentos para os filiados que vem do interior.

Reajuste em carga perigosa em 14% (quatorze porcento) sendo 2% (dois por cento) de anuênio.

Reajuste para os trabalhadores das usinas de JIRAU e SANTO ANTÔNIO, greve na Usina Hidrelétrica de STO ANTONIO com o reajuste salarial foi de 11% (onze porcento) e o visa vale foi de R$ 262,00 (duzentos e sessenta e dois reais) para R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais) e em JIRAU o reajuste salarial foi de 11% (onze porcento) e o visa vale foi de R$ 230,00 (duzentos e trinta reais) para R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais).

Fundado há mais de 50 anos, o SINTTRAR preocupa-se com os interesses do trabalhador, sendo um sindicato atuante, interessado em promover o melhor atendimento possível aos seus trabalhadores e dependentes. “Agradeço de coração a todos os nossos filiados, pelo apoio dado durante todo esse tempo e por acreditar no SINTTRAR. Um muito obrigado a todos” felicita a diretoria.

[quote_box_center]Agora, o grande desafio é dar continuidade a esse trabalho e manter o SINTTRAR no caminho do crescimento com responsabilidade e luta em defesa da categoria.[/quote_box_center]